Arquivo do mês: outubro 2012

Ai, meu São Silvestre

A pata da gazela dói. Por que o mundo é tão cruel? Estou sem poder fugir de mim mesma e isto não é justo. Tenho que me enfrentar todos os dias, sem correr ao sabor do vento. Sem me livrar, … Continuar lendo

Publicado em Corridas | 7 Comentários

Tipinho típico

Alô, você, que acordou perua e as penas esvoaçaram em cima de um salto de 12 centímetros. Você , cuja existência, desperta pecados capitais nos corações suscetíveis. Que vai correr à noite com medo que as colegas de trabalho tenham lhe … Continuar lendo

Publicado em Corridas | Deixe um comentário

De quando eu fui dormir e me acordei vestida de flor

Bom diaaaaaaaaa, para você que acordou numa segunda-feira em clima de sexta à noite. Não sei de onde veio esta animação… Este clima rock and roll…  (But I Like It) !  Como a vida é cheia de surpresas para quem … Continuar lendo

Publicado em Corridas | 13 Comentários

Yoga para corredores céticos

Diz-se “revirar a cabeça” quando estamos submetidos a uma influência externa  muito forte , capaz de alterar o rumo das nossas decisões. Em geral, usamos a expressão para justificar alguma atitude fora do comum: fulano me revirou a cabeça, a … Continuar lendo

Publicado em Corridas | 4 Comentários

Em busca do corpo perfeito

Ohmmm Namah Shivaya!!! Bom dia, comunidade! Hoje é dia de yoga. Alongando para a corrida! Parece mentira, mas já não sou a mesma entrevada que vos falava há meses atrás. O humor continua o mesmo, mas o corpo? Quanta diferença!   … Continuar lendo

Publicado em Corridas | 8 Comentários

Aventuras de uma corredora de bicicleta.

Que trambolho desgraçado esta bike. Não conseguirei me virar sem um par de lacaios para carregá-la. Sofri para transportar aquela ameaça à minha integridade física elevador e escada a baixo. Na rua, acordei dois mendigos que gargalharam quando ensaiei uma … Continuar lendo

Publicado em Corridas | 7 Comentários

A louca da bicicletinha

Quando saí com a minha bicicleta com cestinha da loja, não sabia que comprava um problema. Meu carro é grande, a bike é desmontável, mas meu cérebro é feminino. Odeio montagem e desmontagem de coisas. E parafusos. E molas. E … Continuar lendo

Publicado em Corridas | 6 Comentários