Não é para os fracos

Se eu tivesse mais dignidade e menos paixão eu me aposentava da corrida. Mas me parece que ou se tem uma coisa ou se tem outra. Nunca as duas juntas. Falta-me dignidade, por isto insisto em correr.

Diminuir o ritmo ou parar por tanto tempo compromete demais o nosso rendimento. E pior… Compromete a nossa disposição para voltar.

Retomei os treinos regulares para reeducar o meu corpo e a mente na atividade física. Mas eu sofro por ter menos fôlego e mais cansaço. Mas sei que vou melhorar se tiver paciência. O problema é que a falta de confiança me faz perguntar sempre porque ainda corro. Óbvio que não penso em parar, mas a frequência com que me pergunto isto à medida que forço para diminuir o pace me chateia.

Nestas horas de fraqueza espiritual, o melhor remédio é a presença dos amigos te incentivando a ir além. Ou de outros te passando dando tchauzinho com cara de quem não está nem um pouco cansado. Eu, realmente, não sei se o que me diverte mais são as minhas vitórias pessoais ou a minha vitória sobre os outros. Ou as outras. hehehe

Corrida é um esporte muito competitivo e embora muita gente disfarce os seus desejos mais sórdidos, ter um pace melhor que o dos coleguinhas e fazer carinha blasé de “não dou importância porque te passei” é um dos grandes baratos do esporte.

Vitórias são frutos dos nossos esforços e dedicação. Neste momento, minha guerra é comigo mesma, como a maioria das vezes é. Luta interna, em busca de superação. Ter alguns anos de corrida nas costas sempre conta a nosso favor. Afinal, a nossa única certeza é que correr não é para os fracos.

Anúncios

Sobre Fabiana Amorim

Filha de uma mãe e mãe de um filho. Escrevinhadora rodrigueana que tenta ser uma boa pessoa quando tem vontade. Ou não.
Esse post foi publicado em Corridas. Bookmark o link permanente.

7 respostas para Não é para os fracos

  1. Jorge disse:

    (devido não resposta ao meu comentário no post anterior, não comentarei este)
    Abraços retaliadores.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  2. Oi, Fabi.
    Adoro a franqueza dos seus post’s.Esse lance da carinha blasé existe mesmo. A competição existe dentro e fora das pistas, natural do ser humano. O importante é superar e saber a sua grandeza.
    Força nos treinos, menina. Não desanime. Lembre sempre que existe muita gente te apoiando, nem que seja a distância. 😉
    beijos
    Helena
    correndodebemcomavida.blogspot.com

  3. Pio disse:

    Serviço de utilidade pública.

    1) Eu fiquei esse ano parado por 45 dias devido à uma ruptura parcial do músculo adutor da coxa esquerda (foi jogando bola e não, correndo) e já faz 2,5 meses e ainda não voltei ao patamar que estava. Devo voltar à plena forma no final de maio se o músculo fechar por completo.

    2) É desaconselhável voltar na LAPADA. Você ficou muito tempo parada, a musculatura não é a mesma. Tem que fazer um período de readaptação de 3 a 4 meses.

    Meu conselho: rode, tão somente, adquira rodagem. Nada de tiros, nem tempos runs nos primeiros 45 dias. Você tem que saber se realmente está curada, se efetivamente entendeu o porquê da lesão e se ela não voltará. Por isso, tem que entender o momento.

    Em paralelo, retome a musculação, fortaleça a máquina e intensifique os alongamentos. Você tem que “desenferrujar”. Rode de 3 a 4 dias na semana de variando de 5 a12 Km com 65% da fcm.

    Só a partir daí você voltará aos treinos de qualidade iniciando um novo ciclo. Encontre o seu limiar lactato nesta nova fase em teste ergoespirométrico ou faça uma corrida de 5km.

    Esses parâmetros vão dar a você condições de treino mais adequadas e que você possa sustentar sem se desanimar com os resultados.

  4. Conceição Amorim disse:

    Ainda bem que a reclamação agora, é falta de velocidade. Sem a dor na perna fico mas tranquila. Vá treinando e não exagere. Ouça seu amigo Pio. Bjs.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s